Diversidade na Cozinha | Turma de LGBTs conclui curso com diplomação e evento gastronômico

A primeira turma do projeto Diversidade na Cozinha concluiu a capacitação e foi diplomata em solenidade realizada na Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (Alepe). A iniciativa, de autoria do Ministério Público do Trabalho (MPT) em Pernambuco em parceria com a Gestos – Soropositividade, Comunicação e Gênero e com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), selecionou LGBTs em condição de vulnerabilidade social para a formação em auxiliar de cozinha com renomados chefs da cena local, no esforço de inclusão dessa população no mercado de trabalho local. O evento ocorreu no dia 3 de abril.

No mesmo dia, os formandos produziram evento gastronômico em que aplicaram os conhecimentos assimilados nos 15 módulos do curso, iniciado no mês de fevereiro, na produção de buffet e coquetéis de uma roda de boteco, na casa de Alceu Valença. Os ingressos para o evento esgotaram. A festa, que contou com apresentação dos DJs Lala K e Fred Jordão e com show do cantor Almério, teve toda a renda obtida nos ingressos revertida aos formandos.

Na solenidade de diplomação, estiveram presentes diversas autoridades, entre elas o procurador-geral do Trabalho, Ronaldo Curado Fleury, e deputados estaduais, como as codeputadas estaduais do mandato coletivo Juntas, que articularam a realização do evento no auditório Sérgio Guerra, da Alepe. Representantes Abrasel e da Gestos, parceiros do programa, também marcaram presença.

 

Solenidade de diplomação reuniu autoridades do MPT e do Legislativo estadual
Solenidade de diplomação reuniu autoridades do MPT e do Legislativo estadual

 

A capacitação incluiu aulas sobre diversos conteúdos importantes à atuação do auxiliar de cozinha, juntamente com noções de empreendedorismo, visando legar aos alunos a opção de construir um negócio em livre iniciativa. Os temas da formação incluíram os cortes clássicos, segurança alimentar e vigilância sanitária, preparo de aves, pescados, drinks, carnes e da culinária regional.

As classes foram ministradas por reconhecidos profissionais da gastronomia local, como a nutricionista Cibele Cavalcante e os chefs Adriano Oliveira, Anna Corinna (Douce et Chocolat), Carmen Virgínia (Altar), César Santos (Oficina do Sabor), Cláudia Luna (Seu Luna), Cláudio Manoel (Bistrot La Comédie), Cris Nunes (Faculdade Senac), Edmilson Barman, Flávia Mindêlo (La Comédie), Leandro Ricardo (Chef Consultor), Miau Caldas (Chef Consultora), Robson Lustosa (Faculdade Senac), Vinícius Arruda (O Mundo Lá de Casa), Yuri Machado (Cá-Já) e Zenaide Maria (canal Zena Comida Funcional).

A parte de empreendedorismo, por sua vez, ficou sob responsabilidade da empresa Jackeline Santana Contadores, juntamente com Miau Caldas e Vinicius Hernandes. A maior parte dos encontros foram realizados no Instituto Shopping Center Recife, um dos parceiros do projeto. Além da entidade, o Diversidade na Cozinha contou com o apoio da Abrasel e da Faculdade Senac. Todo o processo de formação contou, ainda, com a consultoria gastronômica dos chefs Cláudio Manoel, Flávia Mindêlo e Robson Lustosa.

A coordenação do projeto no MPT foi executada pelas procuradoras do Trabalho Débora Tito, Gabriela Maciel, Melícia Carvalho Mesel e Vanessa Patriota. Os recursos utilizados em toda a iniciativa foram provenientes da reversão de multas por violação de direitos trabalhistas verificadas na atuação do MPT em Pernambuco (Promo: 2236.2018).

 

Coordenadoras do projeto, as procuradoras Melícia Mesel, Débora Tito, Gabriela Maciel e Vanessa Patriota participaram do ato de diplomação
Coordenadoras do projeto, as procuradoras Melícia Mesel, Débora Tito, Gabriela Maciel e Vanessa Patriota participaram do ato de diplomação